The HABRI Foundation is calling for research proposals to investigate the health outcomes of pet ownership and/or animal-assisted activity or therapy, both for the people and the animals involved. To learn more, visit https://habri.org/grants/funding-opportunities/ close

 
You are here: Home / Theses / Impacto do maneio clínico da Diabetes mellitus canina e felina na qualidade de vida do cuidador e do paciente / About

Impacto do maneio clínico da Diabetes mellitus canina e felina na qualidade de vida do cuidador e do paciente

By Juliana Rodrigues Carreira

View Link (HTM)

Licensed under

Category Theses
Abstract

A Diabetes mellitus é uma afeção crónica caracterizada por hiperglicémia persistente, cujos mecanismos fisiopatológicos, ainda não totalmente esclarecidos, serão diferentes em cães e gatos, razão provável para que nos últimos seja possível alcançar o estado de remissão quando o diagnóstico, a terapêutica e a monitorização são implementados precocemente. Independentemente da espécie, o tratamento passa sempre pela administração de insulina exógena e o animal deverá ser vigiado de perto por forma a evitar situações de urgências diabéticas (episódios de hipoglicémia, de Cetoacidose diabética ou de Síndrome Hiperosmolar Hiperglicémico). Dada a sua cronicidade, a Diabetes mellitus acarreta determinados ajustes na vida do cuidador e detém um impacto significativo na sua Qualidade de Vida e do seu animal diabético, razão pela qual se decidiu estudar este tema, através da realização de um inquérito em diversos Centros de Atendimento Médico-Veterinário da região Centro do país, sobretudo porque a incidência da doença continua a aumentar, à semelhança do que acontece com a esperança de vida dos animais diabéticos, tendo sido reunidos 65 casos, dos quais 43 correspondem a cães diabéticos e os restantes 22 a gatos. Os dados obtidos parecem indicar que os animais estudados têm a doença relativamente bem controlada, com episódios muito raros de hipoglicémia e ocasionais de hiperglicémia, uma boa evolução dos principais sinais clínicos e um número baixo de internamentos devidos à doença, o que poderá ser um reflexo da adequação do tipo de alimento fornecido e do plano terapêutico instituído, bem como de uma monitorização da doença com os métodos recomendados pela bibliografia mais recente. Na maioria dos casos, esta impõe ajustes esporádicos na vida do cuidador e este considera que a Qualidade de Vida do seu animal de companhia é tão boa quanto possível, não afetando o comportamento ou a sua componente afetiva. Por outro lado, os conhecimentos dos cuidadores sobre a doença são muito rudimentares, necessitando de haver aqui um trabalho adicional por parte da equipa veterinária, o que levou à construção do folheto informativo que se apresenta em anexo. Tendo em conta os resultados obtidos na avaliação da Qualidade de Vida do paciente diabético, nomeadamente as observações de que a doença detém um impacto mínimo no comportamento e na componente afetiva do animal, é possível concluir que, regra geral, estes animais detêm uma boa Qualidade de Vida, o que poderá servir de exemplo motivador a cuidadores de animais recém diagnosticados.

Submitter

Mason N McLary

HABRI Central

Date 2016
Translated Title Impact of clinical management of canine and feline Diabetes mellitus on the caregiver and patient's quality of life
Pages 138
Publisher Universidade de Lisboa
Location of Publication Lisbon, Portugal
Department Medicina Veterinária
URL http://hdl.handle.net/10400.5/12004
Language Portuguese
Cite this work

Researchers should cite this work as follows:

Tags
  1. Animal health and hygiene
  2. Animal roles
  3. Animal welfare
  4. Cats
  5. Diabetes
  6. Dogs
  7. Health
  8. Insulin
  9. Mammals
  10. Nutrition
  11. Quality of life
  12. Veterinary medicine