You are here: Home / Theses / Humanos e não-humanos: o aprendizado de novas sensibilidades e responsabilidades em nossas relações de estimação / About

Humanos e não-humanos: o aprendizado de novas sensibilidades e responsabilidades em nossas relações de estimação

By Luciana de Sant'Anna Dall'Agnol

View Link (HTM)

Licensed under

Category Theses
Abstract

A educação e a cultura são processos inerentes e transformadores um ao outro, fazendo com que as mudanças em nossa sociedade exijam uma contínua renovação de conhecimentos e (re) adaptação a um mundo em constante renovação. Na sociedade ocidental urbana, houve uma mudança profunda em nossas relações com animais não humanos, em específico com nossos animais de estimação. Os animais de estimação têm ocupado um espaço cada vez maior nas residências e vidas de seus companheiros humanos. A partir do século XX, a intensa convivência e a crescente afetividade com certas espécies, tais como cães e gatos, têm borrado as fronteiras de humanidade e animalidade ao conferir-lhes status de família, fazendo surgir questões relacionadas à formação de uma nova cultura e moralidade para com estes animais não humanos. Essas relações de estimação implicam em novas sensibilidades e responsabilidades, antes destinadas somente (ou, principalmente) a seres de nossa própria espécie. Dessa forma, esta dissertação teve por objetivo explorar as relações entre humanos e seus animais de estimação; neste caso, cães e gatos nas famílias multiespécie, observando a dimensão educativa implicada nessas relações onde humanos e não-humanos são objetos de vários dispositivos pedagógicos que operam na constituição de uma sensibilidade, uma ética e uma moral especificamente voltada para regular estas relações. Acreditamos que estudos que tentam compreender as implicações da relação de humanos e animais são fundamentais para que os educadores compreendam estas mudanças de atitudes em nossa sociedade contemporânea, possuindo especial relevância no campo educacional também por sua influência na formação (e manutenção) do vínculo pedagógico entre professor e aluno (o qual poderá pertencer a uma família multiespécie).A pesquisa contou com uma abordagem qualitativa, utilizando a técnica de observação participante e entrevistas semiestruturadas, além do levantamento bibliográfico. Com o intuito de observar a relação das famílias multiespécie, optou-se como campo de pesquisa o hospital veterinário, onde há interação entre donos de animais de estimação e seus animais que lá estão internados. As observações foram o primeiro contato com famílias que foram subsequentemente selecionadas para as entrevistas. Ademais, o contexto do hospital veterinário, com animais (em sua maioria) doentes e em tratamento médico, também evidencia a sensibilidade dos humanos para com seus companheiros, pois geralmente encontramse em um estado de saúde debilitada ou de estresse e, em alguns casos, ocorrendo o óbito (com intervenção da eutanásia ou não).

Submitter

Mason N McLary

HABRI Central

Date 2016
Translated Title Human and non-human: the learning of new sensitivities and responsibilities in our relations of estimation
Pages 114
Publisher Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Location of Publication Porto Alegre, Brazil
Degree Educação
URL http://hdl.handle.net/10923/8433
Language Portuguese
Cite this work

Researchers should cite this work as follows:

Tags
  1. Animal roles
  2. Animals in culture
  3. Cats
  4. Culture
  5. Dogs
  6. Domestication
  7. Education
  8. Human-animal relationships
  9. Mammals
  10. Pet ownership
  11. Pets and companion animals
  12. Social Environments
  13. urbanization
  14. Western Society
  15. Wild animals