You are here: Home / Theses / Efeitos secundários da quimioterapia antineoplásica e seu impacto na qualidade de vida em cães e gatos com doença oncológica / About

Efeitos secundários da quimioterapia antineoplásica e seu impacto na qualidade de vida em cães e gatos com doença oncológica

By Pedro de Sousa Dâmaso da Silveira

View Link (HTM)

Licensed under

Category Theses
Abstract

Em Medicina Veterinária, a crescente prevalência de doenças neoplásicas vem provocar um aumento exponencial da realização de quimioterapia antineoplásica em cães e gatos. O uso de fármacos antineoplásicos está, frequentemente, associado à ocorrência de efeitos adversos e a alterações da qualidade de vida dos doentes oncológicos. Neste estudo avaliou-se e caracterizou-se, a presença de efeitos secundários e parâmetros de qualidade de vida, na decorrência de 49 sessões quimioterápicas em cães e gatos. Estes dados foram obtidos através do uso de questionários detalhados ao proprietário, avaliação de parâmetros clínicos, bem como com recurso a meios analíticos. Neste estudo as neoplasias mais comuns em canídeos (n=14) foram linfoma multicêntrico (50%) e mastocitoma (28,57%) e, em felídeos (n=6), carcinoma mamário (33.33%). Registou-se uma frequência total (59,18%) de sessões com a presença de, pelo menos, um efeito adverso. Os efeitos gastrointestinais foram preponderantes, tendo estado presentes em 48,49% das sessões, seguidos dos efeitos hematopoiéticos (26,67%), principalmente representados pela presença de anemia de grau 1. Relativamente ao composto quimioterápico, 40% das sessões com vincristina ou ciclofosfamida e 28,57% das sessões com doxorrubicina resultaram em efeitos gastrointestinais, com a particularidade de 66,67% dos tratamentos com doxorrubicina em felídeos resultarem em vómito. Relativamente às terapêuticas adicionais em resultado da presença de efeitos adversos registou-se: terapêutica com antiemético profilático (n=8), adiamento de sessão quimioterápica (n=2), interrupção do tratamento quimioterápico (n=1), antibioterapia profilática (n=1) e hospitalização (n=1). Dos parâmetros de qualidade de vida avaliados pelos proprietários, verificou-se cansaço em 45,7% das sessões em cães e 57,1% em gatos e desconforto/dor em 14,3% das sessões em cães e 35,71% em gatos. Calculou-se um índice médio de atividade de 3,65 em cães e 3,9 em gatos e de grau de estado mental/”disposição” 3,79 em cães e 3,78 em gatos (intervalo 1-5). Quanto à apreciação do estado geral, 51,02% dos animais permaneceu estável e 40,82% dos doentes melhorou após sessão quimioterápica. O uso de questionários detalhados em oncologia veterinária é determinante quer na avaliação de efeitos adversos e sua classificação, quer na avaliação de parâmetros de qualidade de vida.

Submitter

Mason N McLary

HABRI Central

Date 2016
Translated Title Antineoplastic chemotherapy side effects and its impact in the quality of life of dogs and cats with oncologic disease
Pages 74
Publisher Universidade de Lisboa
Location of Publication Lisbon, Portugal
Department Medicina Veterinária
URL http://hdl.handle.net/10400.5/11919
Language Portuguese
Cite this work

Researchers should cite this work as follows:

Tags
  1. Animal health and hygiene
  2. Animal roles
  3. Animal welfare
  4. Cats
  5. Chemotherapy
  6. Diseases
  7. Dogs
  8. Health
  9. Mammals
  10. oncology
  11. Quality of life
  12. Veterinary profession